sexta-feira, 13 de novembro de 2009

De Que Lado Você Está?

DE QUE LADO VOCÊ ESTÁ?


Personagem cheio de dúvidas e insegurança não sabe que rumo dar em sua vida...

Quadros apresentam suas alternativas

Personagens:
Apresentador;
Plateia;
1º QUADRO (preto);
2º QUADRO (preto);
3º QUADRO (branco);
4º QUADRO (branco);
Preto/Branco.

CENÁRIO : Em cena estão quatro molduras. Atrás das quatro molduras estão em ordem: 1º QUADRO, 2º QUADRO, 3º QUADRO e 4º QUADRO.
VESTUÁRIO : Os atores brancos vestem-se predominantemente de branco e os atores pretos predominantemente de preto. O ator Preto/Branco veste-se de cores pretas e brancas. O APRESENTADOR usa roupa normal, bem como o ator PLATEIA
ILUMINAÇÃO : Direcionada para cada moldura existe uma luz. Para as molduras com Brancos a luz é azul e para as molduras Pretas a luz é vermelha. Estas luzes podem estar: APAGADAS, FRACAS OU FORTES. Direcionada para o meio existe uma luz azul forte.
SONORIZAÇÃO : Apenas parte da música "Palácios", do Rebanhão é tocada.
INÍCIO
CENÁRIO: As quatro molduras estão no palco, duas de um lado e duas do outro.
ILUMINAÇÃO: Nas quatro molduras a luz é FRACA.
.
VEJA A PEÇA INTEGRALMENTE NO NOSSO NOVO ENDEREÇO, CLICK AQUI 

A Língua

Peça cômica sobre a fofoca.

Duas mulheres, membros de uma igreja evangélica, travam um diálogo para lá de maledicente, contaminando outros membros com suas línguas afiadas para o mal.

Envolvidas com as fofocas deixam de prestar atenção ao culto que teve como tema da mensagem justamente o problema que as acometia: “aquilo que contamina o homem é o que sai da boca, e não o que entra por ela”.

Personagens:
Lúcia –
Carmem –
Irmã Laura –
Irmão Salomão –
Menina –
Maquiagem:
Cenário:
*Duas cadeiras de igreja,
*Uma porta de banheiro, que pode ser feita de TNT, escrito “BANHEIRO” em cima.
Efeitos sonoros:
*Gravação de levitas testando os microfones (início);
*E outra gravação dando a benção apostólica (final); e
*gravação da vinheta “Hebert Richard”.
VEJA A PEÇA INTEGRALMENTE NO NOSSO NOVO ENDEREÇO, CLICK AQUI 

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Meu Vizinho

Formação : todos em círculo
.
Desenvolvimento:
O animador começa o jogo dizendo : "O meu vizinho é ..." ( aqui diz uma qualidade ).
Conforme a letra que inicia a palavra dita, todos os outros jogadores devem dizer palavras que se iniciem com a mesma letra.
Por exemplo: se o animador disser: "Meu vizinho é corajoso", todos os demais jogadores dirão palavras com a letra "C". Não podem repetir palavras.
Terminada a primeira rodada, o animador escolhe outra letra e assim por diante prossegue o jogo.
.
.
Pode-se Surgerir prendas (micos) para aqueles que não encontrar uma palavra ou aos que repetirem uma já dita.
.
.
RETORNAR

.....................................................................
...................................................
..............................
VEJA TAMBÉM
ImageChef Custom Images

Júri Simulado

Objetivos:
1- Estudar e debater um tema, levando todos os participantes do grupo se envolverem e tomar uma posição.
2- Exercitar a expressão e o raciocínio.
3- Desenvolver o senso crítico:
.
Participantes: (Funções)
Juiz: Dirige e coordena o andamento do júri.
Advogado de acusação: Formula as acusações contra o réu ou ré.
Advogado de defesa: Defende o réu ou ré e responde às acusações formuladas pelo advogado de acusação.
Testemunhas: Falam a favor ou contra o réu ou ré, de acordo com o que tiver sido combinado, pondo em evidência as contradições e enfatizando os argumentos fundamentais.
Corpo de Jurados: Ouve todo o processo e a seguir vota: Culpado ou inocente, definindo a pena. A quantidade do corpo de jurados deve ser constituido por número impar: (3, 5 ou 7)
Público: Dividido em dois grupos da defesa e da acusação, ajudam seus advogados a prepararem os argumentos para acusação ou defesa. Durante o juri, acompanham em silêncio.
.
Passos:
1- Coordenador apresenta o assunto e a questão a ser trabalhada.
2- Orientação para os participantes.
3- Preparação para o júri.
4- Juiz abre a sessão.
5- Advogado de acusação (promotor) acusa o réu ou ré (a questão em pauta).
6- Advogado de defesa, defende o réu ou a ré.
7- Advogado de acusação toma a palavra e continua a acusação.
8- Intervenção de testemunhas, uma de acusação.
9- Advogado de defesa, retoma a defesa.
10- Intervenção da testemunha de defesa.
11- Jurados decidem a sentença, junto com o juiz.
12- O público, avalia o debate entre os advogados, destacando o que foi bom,o que faltou.
13- Leitura e justificativa da sentença pelo juiz.
.
Avaliação:
- Que proveito tiramos da dinâmica?
- O que mais nos agradou?
- Como nos sentimos?
- O que podemos melhorar?
.
.
RETORNAR

.....................................................................
...................................................
..............................
VEJA TAMBÉM
ImageChef Custom Images

sábado, 7 de novembro de 2009

Ser Igreja / Ser Unijovem

Duração: aprox. 15 min.
.
Material: 1 bola inflável (bexiga, bola de assoprar) para cada participante.
.
Entregar uma bexiga a cada participante e pedir pra que eles brinquem com as bolas, mas não as deixem cair.
Ir tirando, devagar, um a um do círculo, e perceber como aumenta adificuldade dos últimos para deixar tantas bexigas no ar.
Depois de terminada a dinâmica, incentivar o debate e explicar que aigreja /grupo de jovens está dentro de cada um, e que todos devem participar, pois cada um tem um lugar especial na igreja/grupo de jovens. A igreja/grupo de jovens, assim como as bexigas não podem se sustentar no ar, isto é, de pé, sozinha ou com poucas pessoas, ela/ele precisa de todos nós. Cada um de nós é responsável pelo andamento da Igreja/Grupo de Jovens. Lembrando sempre que ambos são corpo de Cristo.
.
.
RETORNAR

.....................................................................
...................................................
..............................
VEJA TAMBÉM
ImageChef Custom Images

Escravo de Jó

Fonte: indefinida .
.
- Participantes: Quantas pessoas quiserem .
.
- Tempo Estimado: indeterminado .
.
- Modalidade: Ação coletiva .
.
- Objetivo: Desenvolver uma preocupação coletiva para que todos acertem senão o objetivo não será alcançado porquê todos os integrantes do grupo são importantes na execução de uma tarefa .
.
- Material: Caixas de fósforos suficientes para os participantes e um lugar (mesa, por exemplo)onde possa formar um círculo de acordo com o número dos participantes.
.
- Descrição: O ANIMADOR explicará sobre esta antiga brincadeira de passar oobjeto (no caso caixa de fósforos) de acordo com a letra da música:
"Escravo de jó
Jogava cachangá
Tira
Bota
Deixa ficar
Guerreiros com guerreiros fazem
Zig-Zig-Zá
Guerreiros com guerreiros fazem
Zig-Zig-Zá"
.
Os participantes deverão pegar uma caixa de fósforo, formarem um círculo, colocarem a caixa em frente de si mesmos e quando começar a música todos deverão passar simultaneamente e compassadamente as caixas para o seu respectivo vizinho no sentido anti-horário até quando falar "Cachangá" . Quando falar "tira" todos os participantes deverão pegar a caixa e levantar, quando falar "bota" deverão abaixar a caixa na sua própria frente . Quando falar "Deixa ficar" todos deverão largar o caixa em suas frentes e fazer o gesto simbólico de "fica aí". De "guerreiros" até "fazem" volta a passar a caixa de fósforo para o vizinho no mesmo sentido anti-horário e na parte "zig-zig-zá" simultaneamente todos pegam a caixa sem soltá-lo colocam na frente do vizinho, volta na sua frente e deixa na frente do vizinho, isto tudo de acordo com o ritmo da música.
.
Possíveis questionamentos:
- Certamente, quanto mais participantes todos perguntarão porquê não conseguem terminar a música com todos acertando a dinâmica ?
- Você poderá questionar se alguns só faziam a sua parte ou se além da sua parte orientavam seus vizinhos para não errarem!
- Podem também alternar os participantes, mostrando que essas mudanças podem melhorar ou piorar o alcance do objetivo.
.
.
RETORNAR

.....................................................................
...................................................
..............................
VEJA TAMBÉM
ImageChef Custom Images

Casa, Morador e Terremoto

- Participantes: De 5 trios para cima mais 2 pessoas.
Exemplo: 6 trios (6x3 18 pessoas ) + 2 pessoas . Total 20 pessoas .
.
- Tempo Estimado: até que a mesma pessoa sobre três vezes .
.
- Modalidade: Quebra Gelo.
.
- Objetivo: Fazer com que os jovens que participarão de uma assembléia oureunião do tipo se soltem e participam mais soltos.
.
- Material: uma cadeira ou banco e um espaço não muito apertado.
.
- Descrição: O ANIMADOR fica encima da cadeira ou banco explicando para quese formem os trios, sendo que em cada trio ficam duas pessoas, uma de frente para outra, de mãos dadas e a terceira pessoa no meio das duas . Após formado todos os trios, tem que ficar sobrando uma pessoa ( somente uma pessoa ) . O ANIMADOR vai descrevendo os papéis de cada um . Aqueles que estão no trio no meio das duas pessoas serão os MORADORES, os que estão de mãos dadas serão as CASAS e aquele que sobrou deverá, após o comando, fazer parte de uma CASA ou ser um MORADOR.
.
Os comandos:
1.o) Quando o ANIMADOR falar MORADOR, aí os MORADORES de cada trio deverão sair de suas CASAS e procurar outra, aquele que estava de fora aproveitará e procurará uma nova CASA.
2.o) Quando o ANIMADOR falar CASA, as CASAS deverão deixar seus MORADORES e procurar outro MORADOR mas só pode sobrar uma pessoa, se sobrar duas pessoas os integrantes da CASA poderão virar um MORADOR.
3.o) Quando o ANIMADOR falar TERREMOTO aí vai ser uma bagunça geral, tanto os MORADORES quanto as CASAS deverão se desmanchar por completo e formarem novas CASAS e novos MORADORES.
.
Aquela pessoa que sobrar três vezes deverá pagar um mico pré determinado ou não. Possíveis questionamentos:
- Vocês se concentraram para entendimento da dinâmica ?
- Houve algum tipo de vantagem ou combinação, tipo panelinha, para que oamigo mais próximo não sobrasse ?
- Houve respeito na hora da explicação da dinâmica ?
- Alguém se preocupou de incentivar os mais tímidos a participarem dadinâmica ?
.
.
RETORNAR

.....................................................................
...................................................
..............................
VEJA TAMBÉM
ImageChef Custom Images

Abra o olho meu irmão

Fonte: Livro Recriando Experiências (Grupo Maria de Nazaré)
.
- Participantes: 7 a 30 pessoas
.
- Tempo Estimado: 20 minutos
.
- Modalidade: Visão da Sociedade.
.
- Objetivo: Tomar consciência da luta desigual que enfrentamos emnossa sociedade.
.
- Material: Dois panos para fechar os olhos e dois chinelos ou porretes feitos com jornais enrolados em forma de cacetete.
.
- Observação: Possíveis leituras do Evangelho - Mc 10, 46-52 ou Lc 24, 13-34.
.
- Descrição: Dois voluntários devem ter os rostos cobertos e devem receber um chinelo ou porrete. Depois devem iniciar uma briga de cegos, para ver quem acerta mais o outro no escuro. O restante do grupo apenas assiste.
Assim que inicia a "briga", o coordenador faz sinal para o grupo não dizer nada e desamarra a venda dos olhos de um dos voluntários e deixa a briga continuar. Depois de tempo suficiente para que os resultados das duas situações sejam bem observados, ocoordenador retira a venda do outro voluntário e encerra a experiência, abrindo um debate sobre o que se presenciou no contexto da sociedade atual. A reação dos participantes pode ser muito variada. Por isso, é conveniente refletir algumas posturas como:
indiferença x indignação;
aplaudir o agressor x posicionar-se para defender o indefeso;
lavar as mãos x envolver-se e solidarizar-se como oprimido, etc.
Alguns questionamentos podem ajudar, primeiro perguntar aos voluntários como se sentiram e o por quê. Depois dar a palavra aos demais participantes.
Qual foi a postura do grupo? Para quem torceram? O que isso tem a ver com nossa realidade? Quais as cegueiras que enfrentamos hoje? O que significa ter os olhos vendados? Quem estabelece as regras do jogo da vida social, política e econômica hoje? Como podemos contribuir para tirar as vendas dos olhos daqueles que não enxergam?
.
.
RETORNAR

.....................................................................
...................................................
..............................
VEJA TAMBÉM
ImageChef Custom Images

"Rola Bosta"

Dinâmica/jogo comunitário: Rola Bosta
.
O "Rola Bosta", é uma dinâmica ou jogo comunitário que serve, também, como lazer ...
.
1. Os participantes são colocados em um semi-círculo.
.
2. É estabelecida uma hierarquia dessas pessoas (por exemplo): na Igreja:[papa, bispo, etc.. até o Rola-Bosta, que é o último]
.
3. Começa-se assim - O Papa (se utilizarmos a hierarquia da Igreja) dá inicio ao jogo dizendo: "O Papa passou vistoria na Igreja e sentiu falta do Sacristão. A pessoa que está como sacristão levanta-se (por estar num cargo abaixo do Papa) e diz: O Sacristão não falta. Quem falta é o Rola-Bosta...
O Rola-bosta se levanta (por estar abaixo do sacristão) e diz: O rola-bosta não falta, quem falta é o padre. O padre diz (não se levanta, por estar acima do rola-bosta) e diz: "O padre não falta. quem falta é o..." e assim por diante, sempre prestando atenção para tomar cuidado com a hierarquia. Se um membro erra ao se levantar, ou por não se levantar, ou por engasgar, ameaçar levantar, essa pessoa vai imediatamente para o lugar do "Rola-Bosta", o que torna o jogo dinâmico, e que também as pessoas devam memorizar a ordem dos cargos.
.
O efeito dessa brincadeira, supreende pois acaba mau-humor e proporciona a necessidade de estarmos atentos para ouvir e falar claramente.
.
.
Algumas sugestões de hierarquias:
Exécito (Marechal, general-do-exercíto, general-de-divisão, general-de-brigada, coronel, tenete-coronel, major, capitão, primeiro-tenente, segundo-tenente, aspirante, subtenente, primeiro-sargento, segundo sergento, terceiro-sargento, cabo, soldado e, acrescenta-se, "rola-bosta"
.
Marinha (Almirante, almirante-de-esquadra, vice-almirante, contra-almirante, capitãode-mar-e-guerra, capitão-de-fragata, capitão-de-corveta, capitão-tenente, primeiro-tenente, segundo-tenente, guarda-marinha, suboficial, primeiro-sargento, segundo-sargento, terceiro-sargento, cabo, marinheiro.)
.
.
RETORNAR

.....................................................................
...................................................
..............................
VEJA TAMBÉM
ImageChef Custom Images